quinta-feira, 19 de julho de 2007

De volta a Curitiba

O medo toma conta daqueles que já percebem que estão fora da frqüencia.

Ora, o medo, na verdade, é o primeiro passo na aceitação de um novo estágio da evolução. Como é difícil compreender que uma mudança radical, porém gradual, é extremamente necessária. Como é difícil adequar-se a uma nova forma de ver o mundo, a uma nova maneira de viver...e como é difícil enfrentar os valores absorvidos desde a infância, e que se tornam tão naturais a ponto de parecerem corretos...A convivência com pessoas que buscam cada vez mais a "iluminação", pelo contrário, traz muita, mas muita esperança. A possibilidade de voltar a viver em harmonia com a natureza, com o que nós mesmos somos feitos e do que fazemos parte é maravilhosa quando podemos enxergar exemplos práticos e que deram certo.

O que não consigo é cair de cabeça em teorias sem explicações suficientes. Por isso, convido todo o mundo a conhecer mais.

sexta-feira, 6 de julho de 2007

O homem, esse parasita

Não, parasitas não destróem seu hospedeiro. Se não, de que viveriam? Até nisso as bactérias são mais espertas!

Vejam o absurdo: "Para melhorar o mundo, compre uma honda/carro da nossa marca" - ????? - Desculpa se achei um paradoxo. Acho que é da natureza do ser humano rir da tragédia alheia, ou utilizar-se dela para benefício próprio. Por que agora que a água bateu na bunda das classes mais abastadas o comércio começou a parecer interessado na preservação do meio ambiente? Como se a própria existência do comércio (indústrias, acumulação de capital) não fosse em partes (grandes) responsável pela destruição...o comércio é sempre bonzinho. Sempre me pego pensando em como tudo se transformou nisso que existe agora. Como as primeiras populações urbanas surgiram, como tudo foi coberto de concreto, afastando cada vez mais o humano de si mesmo.

Agora, hipocrisia é incitar o consumo hasteando a bandeira da preservação.

Não, não...

O retorno!

Voltando à ativa em roupagem nova, endereço novo, pensamentos novos!

Para ver meu antigo blog:
http://encefalouco.weblogger.terra.com.br/index.htm

Lá sim tinha coisas interessantes!