terça-feira, 2 de março de 2010

Inconstante

Na essência somos sempre iguais::O que muda são os nossos interesses.

O grande problema da humanidade é julgar como se não houvesse possibilidade de mudança. As pessoas preferem se afastar umas das outras a mudar um sentimento, a refletir melhor sobre as situações, a abrir a cabeça, enfim...preferem acreditar que tudo de ruim que acontece com elas é culpa dos outros, e não conseqüencia de seus próprios atos - claro, muito mais cômodo apontar o dedinho. Mas quem disse que eu, proferindo estas cortantes palavras (sólidas como uma assombração) não estou incomodada por ser feita dessa mesma matéria, por também julgar aos outros pelo que foram?

Cansei de falar de julgamento::as palavras sempre tornam tudo mais difícil.

Quanto a mim, vou deixando a vida acontecer...de vez em quando me deparo com um ou outro abalo que me torna vulnerável ao mundo, mas invariavelmente tudo se resolve da melhor maneira possível:: a maneira de DEUS (ou DESTINO, ou SER SUPREMO, ou UNIVERSO, como preferir) - e Deus não tem tempo, ele o é...

Nenhum comentário:

Postar um comentário