sábado, 20 de março de 2010

De cor

Não sei pra onde foram os olhos que tanto olharam os meus;

Não sei mais que cor eles têm, seus olhos, enfim.

Sei que meu pensamento te segue, minha vista se cansa de olhar

E fico vesga só de imaginar o que já não é.

Nenhum comentário:

Postar um comentário