quarta-feira, 19 de maio de 2010

Até quem respira do mesmo ar sabe que somos feitos de um só tempo, de uma só vida
Da vida intensa que negamos um dia
E dos sofrimentos que nos fazem crescer

Todos os caminhos me levam ao centro de mim

Nenhum comentário:

Postar um comentário