segunda-feira, 14 de junho de 2010

Ela

Muito velha pra ser jovem
Muito nova pra ser experiente
Muito gasta pra ser útil
Muito lúcida para a loucura
Muito feia para a moda
Muito séria para a aventura
Muito política para a malandragem
Muito livre para o escritório
Muito injusta para a caridade
Muito sincera para a verdade
Muito clássica para a cidade
Muito fêmea para os homens

Muito aérea
Muito escorregadia
Muito efêmera
Muito entusiasta

Para ela
Para ela
E só para ela.

Nenhum comentário:

Postar um comentário