quarta-feira, 18 de maio de 2011

Aí, tudo azul..

23:11
Turbilhão de sons da cidade
A cidade emudece
Minha cabeça segue
Com sentidos aguçados - tato, olfato, visão
Ônibus lotado, agitação (não sabem, ó Deus, que sempre há outra condução?)
Silêncios...acaba de chegar mais um anjo
A maternidade borbulha de novas amizades - mas carrego, é claro, seu filho novo!

--------------

Mãe detenta:
Tenta esquecer a dor de ter seu filho acorrentado às prisões da vida.

Um comentário: