segunda-feira, 16 de abril de 2012

Natureza

O vinho do luar me embriaga só de olhar.

Não há palavras para descrever a vida. Em cada ação, cada momento, florescemos com infinitas possibilidades de múltipla criação. Eu sou, portanto, cresço, amo e vivo cada vez mais. O universo está em constante expansão - assim como eu, tu, o tempo, e tudo o que nos rodeia. O rio segue seu curso, e o rumo da natureza é a mudança por natureza.

Juntando as peças da incrível coleção a que chamamos eu, temos tudo, até Deus.