quinta-feira, 6 de junho de 2013

Café no guichê

- Oi! É aqui que começo a tropeçar em mim mesma?
- Pois não!
- Então, dá licença...ops!
- Tá bem?
- Ah, só um pouquinho machucada...me ajuda com esse corte profundo?
- Claro! Por apenas um real você adquire uma atadura!
- Hmm, então me vê duas...
- Ok, aqui estão.
- Obrigada. Onde posso encontrar o caminho de volta?
- Olhe, esse você vai ter que achar sozinha...temos aqui só o caminho de trancos e barrancos subindo a montanha sem fazer manha e o caminho escuro com cócegas bilaterais.
- Hum...acho que vou ficar por aqui mesmo, por enquanto...você se importa?
- Na verdade não, se quiser pode ficar aí tropeçando pro resto da vida.
- Ok.

Nenhum comentário:

Postar um comentário