sexta-feira, 20 de junho de 2014

As palavras

As que ficam
  As que escondem
As que encantam
  As que fundem

                       As que fogem
                                          As que escapam

      As que morrem

As que calam.

       São tesouros, tão pequenos
           Me descobrem, se desgarram
       Pesam litros, toneladas
               Não aprendem:
                                                        nada falam.